PONTA PORÃ

Ponta Porã inicia projeto de destinar cargas agrícolas aprendidas para ajudar famílias de assentamentos

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Cargas com soja, milho e fécula, encontradas em cargas ilícitas, serão destinas para agricultura familiar

O veículo que aparentemente estava com soja, carregava toneladas de maconha. – (Foto: Divulgação)

A prefeitura de Ponta Porã divulgou, nesta segunda-feira (19), o início de um projeto-piloto de destinar cargas apreendidas com soja, milho e fécula de mandioca para famílias em assentamentos rurais.

A entrega aconteceu na última sexta-feira (15), na sede da Associação dos Produtores de Leite do Assentamento Itamarati, com apoio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Regional, Indústria, Comércio e Turismo, Delegacia de Polícia Federal de Ponta Porã, e outras instituições como AGRAER, Senar/Embrapa, IFMS, Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural, Subprefeitura da Nova Itamarati.

Nesta primeira ação, foi destinada para a associação, uma carga de fécula de mandioca, que será utilizada na formulação de ração animal, conforme orientações técnicas das entidades. “Aventamos a possibilidade dessas cargas, principalmente de grãos perecíveis, como soja, milho, fécula, serem destinadas aos nossos assentados e cooperados da agricultura familiar, para que estes materiais auxiliassem na alimentação animal desses produtores, reduzindo seus custos de produção e com isso possibilitando o aumento da sua lucratividade”, explicou a secretário, Caio Augusto.

Leia Também:  Mãe flagra menina de 9 anos em banheiro com professor de música que acaba preso por estupro

O objetivo é ajudar na produção da agricultura familiar e moradores de assentamento da região. “Esse material (fécula) irá nos auxiliar muito na alimentação do gado leiteiro, e trará uma redução significativa nos nossos custos, reduzindo os custos podemos ter um lucro melhor, que é muito importante para nós, principalmente nesses tempos difíceis de pandemia”, finaliza o presidente da associação.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS