PONTA PORÃ

Polícia Militar MS alerta sobre golpes na internet em época de pandemia

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Ponta Porã (MS) – O comando do 4º Batalhão de Polícia Militar, preocupado com o crescente aumento de golpes aplicados através de ligações, SMS ou pela internet, realiza campanha para conscientizar a população, principalmente a população idosa, que é geralmente o principal alvo dos criminosos.

O objetivo da campanha é alertar a população para que converse com os idosos da família para que não caiam no golpe do falso sequestro, da clonagem do cartão, do bilhete premiado, do cadastro realizado pelo Ministério da Saúde e principalmente pelos golpes pedindo dinheiro, após clonagem do WhatsApp.

Neste mês foi exibida uma reportagem onde foi relatado, através de pesquisa, que golpes desta natureza tiveram um aumento de 340% durante a pandemia. Para evitar que pessoas caiam nesses golpes, alguns cuidados importantes devem ser considerados:

1. Nunca forneça senha do cartão em ligações (os bancos não ligam para os clientes pedindo senha);
2. Não entregar o cartão para pessoas desconhecidas (as agências bancárias e a Polícia não mandam buscar cartão);
3. Não acessar link’s suspeitos (os golpistas dizem que o cadastro é do Ministério da saúde);
4. Colocar no aplicativo de WatssApp a verificação em duas etapas (isso evita que o telefone seja clonado);
5. Sempre que alguém pedir transferência bancária, realizar chamada de vídeo para ter certeza que é a pessoa conhecida, se não for possível, fazer perguntas que somente a pessoa saberia responder;
6. Manter a calma e tentar contato com os familiares caso alguém ligue dizendo ter sequestrado alguém da família;
7. Não realizar transferências bancárias caso alguém diga que depositou por engano algum dinheiro na sua conta.

Leia Também:  Ponta Porã iniciou 4.ª dose de vacinação para pessoas acima dos 40 anos nesta segunda-feira

Os golpistas utilizam números diversos de telefones, eles usam fotos de conhecidos ou pessoas da família, que facilmente são encontradas em redes sociais e se passam por essas pessoas, em seguida entram em contato com a vítima e começam a pedir dinheiro, as desculpas são diversas, dizem que precisam do dinheiro para pagar alguma conta, consertar o carro ou comprar algo urgente.

Geralmente a Polícia é comunicada de golpes desta natureza somente quando a transferência do dinheiro já foi efetuada, desta forma a melhor forma de evitar cair em golpes desta natureza é com a prevenção, para isso contamos com a população para que nos ajude a divulgar estas informações. E se tiver conhecimento de alguém que tenha caído no golpe, orientar a registrar o Boletim de Ocorrência para que a Polícia realize e investigação e posterior prisão dos criminosos.

Assessoria de Comunicação do 4ºBPM/CPA 1
”Guardião da Cidadania Fronteiriça”

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS