Campo Grande. (Foto: Chico Ribeiro)

Os municípios de Campo Grande e Ribas do Rio Pardo registraram umidade relativa do ar (UR) de 7% na quinta-feira (22) devido à atuação de uma massa de ar frio e seco. Foi o segundo menor valor no período país, conforme as informações das estações do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) e do Cemtec (Centro Estadual de Monitoramento do Tempo e do Clima), coordenadoria da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar).

Ao todo, em 20 municípios de Mato Grosso do Sul registrou-se umidade relativa do ar abaixo de 20%: Campo Grande (7%), Ribas do Rio Pardo (7%), Água Clara (8%), Sidrolândia (9%), Jardim (11%), Corumbá (12%), Rio Brilhante (12%), Coxim (13%), Dourados (13%), Angélica (14%), Cassilândia (14%), Itaporã (14%), Ivinhema (14%), Ponta Porã (14%), Três Lagoas (14%), Costa Rica (15%), Laguna Carapã (15%), Santa Rita do Pardo (15%), Aral Moreira (16%), Iguatemi (17%).

De acordo com a meteorologista e coordenadora do Cemtec, Valesca Fernandes, “ainda teremos registros de UR baixa nas regiões centro-norte, leste e norte da região pantaneira do Estado ao menos até segunda-feira, 26 de julho, com mudanças a partir de terça-feira (27) devido à chegada de uma nova frente fria que traz mudanças para o Estado”.

Leia Também:  Anvisa aprova regras para importação de imunoglobina humana

Para os próximos dias, de acordo com Valesca “ainda teremos índices mais baixos de umidade relativa do ar em praticamente todas as regiões do estado. A recomendação é ingerir bastante líquido e evitar atividades físicas nas horas mais quentes e secas do dia. A partir de terça-feira (27), haverá mudanças do tempo no Estado devido à atuação de uma frente fria, com queda acentuada das temperaturas na quarta-feira, 28 de julho”.