https://uploads.metropoles.com/wp-content/uploads/2021/08/09214857/20bd8863-4b1f-4525-8cdd-44b5f84b3c12-600x400.jpg
PONTA PORÃ

Petistas jogam bomba de fumaça em militares durante desfile

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Partido dos Trabalhadores disse que não orientou nenhum protesto durante o eventoThamirys Andrade /pleno.news
Esplanada dos Ministérios recebeu veículos militares, como tanques de guerra e carros com armamentos Foto: Antonio Molina | Fotoarena | Estadão Conteúdo

Na manhã desta terça-feira (10), manifestantes vestindo camisas do Partido dos Trabalhadores atiraram bombas de fumaça vermelha contra os militares no desfile de veículos blindados e armamentos da Força de Fuzileiros da Esquadra, em Brasília.

Ao portal Metrópoles, a assessoria de comunicação do PT afirmou não ter orientado nenhum tipo de protesto durante o desfile.

A sigla, porém, lamentou a prisão de um apoiador conhecido como Trom Petista. De acordo com a Polícia Militar do Distrito Federal, o militante foi levado à delegacia por resistência, após entrar na frente de um tanque, para tentar impedir o desfile.

– Nossa solidariedade ao Trom Petista, preso por se manifestar contra um governo fascista – disse o PT em suas redes sociais.

 

Leia Também:  Sancionada lei que devolve PIS/Cofins cobrado na conta de luz

Momentos depois, o partido anunciou que o músico foi liberado da 5ª DP.

O evento desta terça-feira marcou a entrega do convite da demonstração operativa, que ocorrerá no próximo dia 16, ao presidente Jair Bolsonaro. Apesar de a oposição acusar o desfile de ser uma forma de intimidação aos deputados pela votação da PEC do voto auditável, a Marinha negou a alegação e disse que o evento já estava marcado antes da pauta do Congresso.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS