PONTA PORÃ

Jovem cristão preso por engano é solto: “Deus me usou na prisão”

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

 

Músico Vinícius Barreto foi acusado injustamente de associação ao tráfico

 

Vinícius Matheus Barreto, jovem preso por engano, depois de ficar 9 dias no presídio de Benfica, tem sua liberdade e abraça seu pai Messias Gomes, muito emocionado Foto: Domingos Peixoto / Agência O Globo

Foi solto na quarta-feira (13) o jovem Vinícius Matheus Barreto Teixeira, de 21 anos, preso injustamente no dia 4 de outubro. O músico foi acusado de associação ao tráfico, mas a Justiça reconheceu que houve equívoco e que Vinícius não era o criminoso procurado.

– Em nenhum momento Deus me abandonou, mesmo preso injustamente. Quero agradecer a todos que se movimentaram para me ajudar. Estou muito feliz pela liberdade com minha família e amigos. Sei que Deus me usou na prisão. Fizemos culto todas as noites, e vidas se renderam ao Senhor… – relatou o rapaz, segundo informações do jornal O Dia.

Vinícius deixou o Complexo Prisional de Benfica acompanhado de seu pai, Messias Gomes Teixeira, de sua mãe, Paula Barreto Gomes Teixeira, e do líder da igreja em que o jovem é membro, o pastor Wandson Vieira. O rapaz retornou para sua casa, em Macaé, no Rio de Janeiro.

Leia Também:  Alunos da Escola Geni Magalhães apresentam na Câmara projeto que desperta a cidadania

– Ele entrou humilhado, mas saiu honrado. Gostaria de agradecer à imprensa, aos deputados que apoiaram e lutaram junto com a gente, à Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), aos amigos e à mobilização de toda a sociedade, para que a justiça fosse feita – declarou o pastor Wandson.

O erro na apuração que levou Vinícius para trás das grades ocorreu devido ao pai do jovem possuir o mesmo nome e sobrenome do traficante que comandava o narcotráfico no Morro do Palácio, em Niterói. Conhecido como o “Feio”, o criminoso está preso, mas seu filho é procurado pela polícia, suspeito de ter assumido o lugar do pai.

– Foram dias de luta e sofrimento que nenhum cidadão do bem merece passar – disse a família de Vinícius, que processará o Estado pelo erro.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS