PONTA PORÃ

Operação na fronteira mira lavagem de dinheiro do narcotráfico

COMPARTILHE

 

Agentes da Senad cumpre mandados em Ciudad del Este contra organização liderada Reinaldo Javier Cabañas, vulgo ‘Cucho’.

 

Marcos Morandi Midiamax

 

A polícia paraguaia desencadeou nesta sexta-feira (10) a operação Berilo 2.0 – Desmembrar, que tem o objetivo de dar continuidade à desarticulação de uma organização criminosa que atua no tráfico de droga na região de fronteira com o Brasil. O grupo é liderado por Reinaldo Javier Cabañas, vulgo ‘Cucho’.

De acordo com informações dos agentes da Senad (Secretaria Nacional Antidrogas), já foram feitas sete diligências às empresas que tem vínculo com a organização e que estão sendo investigadas desde 2018, quando foram realizadas as primeiras ações contra o grupo.

Sob a coordenação de ‘Cucho’, a organização ainda mantém negócio de fachadas que envolvem empresas montadas para lavar dinheiro do narcotráfico no Paraguai, Argentina e também no Brasil.

Ainda de acordo com informações repassadas pela Senad, com o Ministério Público do Paraguai, a Berilo 2.0 é acompanhada pela promotora Lorena Ledesma e conta com o apoio de peritos ligados ao setor tributário do Governo Federal do Paraguai.

Leia Também:  Preso em Ponta Porã chega em Campo Grande após operação contra jogo do bicho

 

COMPARTILHE

RELACIONADAS