PONTA PORÃ

Ex-ministro de Bolsonaro vai assumir a direção-geral do TSE

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

General Fernando Azevedo ocupou o cargo de ministro da Defesa, mas deixou o governo em março deste ano

 

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) irá contar com um ex-ministro do presidente Jair Bolsonaro para ocupar o posto de diretor-geral da Corte. Trata-se de Fernando Azevedo, ex-ministro da Defesa, que ficará responsável por cuidar das licitações e tratar de questões administrativas.

O general Fernando Azevedo deixou o governo em março, e explicou que saiu da função “na certeza da missão cumprida”.

De acordo com a revista Veja, Azevedo irá ingressar na Corte em fevereiro, quando o ministro Edson Fachin vai se assumir a Presidência do TSE. O ex-ministro da Defesa continuará nas funções durante as eleições de 2022, quando o comando do TSE será do ministro Alexandre de Moraes.

Além dele, outro ex-integrante do governo Bolsonaro deve assumir um cargo no TSE ano que vem. Será o ex-advogado-geral da União José Levi, que assumirá a secretaria-geral da Corte em agosto, junto à entrada de Moraes na presidência do Tribunal.

Leia Também:  Correios convocam aprovados no Programa Jovem Aprendiz em MS

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS