PONTA PORÃ

Bolsonaro poderia resolver combustíveis na canetada, mas não tem coragem, diz Lula

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

 

 

 

 

Em entrevista nesta quarta-feira, petista voltou a disparar ataques contra o presidente

 

Ex-presidente Lula afirmou que Bolsonaro poderia resolver questão dos combustíveis na canetada Fotos: EFE/Mario Guzmán // PR/Isac Nóbrega

Nesta quarta-feira (8), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disparou críticas contra o presidente Jair Bolsonaro. Lula disse a questão do preço dos combustíveis poderia ser resolvida “na canetada”. No entanto, o petista afirmou que Bolsonaro não tem “coragem” para isso.

PUBLICIDADE

A declaração ocorreu durante uma entrevista à rádio Itatiaia, no Vale do Aço, em Minas Gerais.

Leia também1 “Infelizmente, não temos um entendimento com a Petrobras”
2 PSOL quer barrar domicílio eleitoral de Tarcísio em SP
3 Ciro Gomes diz que Lula não tem condições de falar em corrupção
4 Bolsonaro critica o STF e defende que página do PCO “fique aberta”
5 Para maioria dos eleitores, Lula foi condenado justamente

– Nós estamos agora para votar um projeto de lei no Congresso Nacional para reduzir o ICMS no máximo a 17%, que é o preço que o governo quer estabelecer. Parece bonito, parece bom, parece que o governo está preocupado com o povo brasileiro. Mas o aumento da gasolina ao preço internacional não foi feito com uma votação no Congresso. Foi uma canetada do Pedro Parente, presidente da Petrobras. Portanto, se para aumentar o preço do combustível e transformar em preço internacional foi numa canetada, para você tirar também pode ser numa canetada – ressaltou.

Leia Também:  Mãe flagra menina de 9 anos em banheiro com professor de música que acaba preso por estupro

O ex-presidente então chamou Bolsonaro de “fanfarrão”.

– O presidente, se tivesse coragem, se não fosse um fanfarrão, um embusteiro, já teria feito isso – apontou.

Lula também criticou a proposta do governo de compensar estados que zerarem o ICMS dos combustíveis.

– Para beneficiar as pessoas que têm carro, que não são a maioria, o presidente vai jogar o peso da culpa em toda a sociedade. Porque quando ele diz que vai fazer compensação, vai fazer até dezembro. Depois quero saber quem vai arcar com falta de arrecadação dos municípios. Esses municípios vão ser empobrecidos – destacou.

Siga-nos nas nossas redes!

 

Pleno.News

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS