PONTA PORÃ

Com prisão preventiva decretada, assassino de casal é levado à PED

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

 

 

 

Após passar por audiência de custódia na tarde desta segunda-feira (13), Júlio César de Almeida, 45, assassino confesso do próprio pai de 71 anos e da madrasta de 46 anos na manhã de domingo (12), em Dourados, teve a prisão preventiva decretada.

O veredito foi decretado nesta tarde pelo juiz Deyvis Ecco, da 3ª Vara Criminal, que decidiu pela prisão preventiva. Após a decisão, Júlio já foi levado para a Penitência Estadual de Dourados (PED).

Relembre o caso

Na manhã deste domingo (12) Júlio foi encontrado e detido em uma mata na região da Vila Cachoeirinha por agentes da Guarda Municipal que constataram que ele estava foragido do regime prisional semiaberto. Paralelo a isso, policiais civis do SIG (Setor do Investigações Gerais) identificaram o homem como suspeito do assassinato de um casal, residente no bairro Canaã II.

Levado à Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário de Dourados), ele confessou ter assassinado o pai João Antônio de Almeida, 71 anos, com facadas no pescoço e machadada na cabeça e Elaine Chiapetti, 46, com golpes de machadada no ouvido e uma no pescoço.

Leia Também:  Paulo Cupertino denuncia policiais por vazamento de imagens de prisão

Os corpos do casal foram encontrados pelo filho de Elaine nas primeiras horas da manhã de ontem (12) em residência localizada no bairro Canaã III.

O veículo modelo Renault Logan, cor prata, havia sido levado por Júlio, sendo encontrado horas depois estacionado na Via Parque, na região do bairro Vila Cachoeirinha.

Na Depac, o acusado relatou que não recordava de detalhes sobre os homicídios, dizendo apenas estava sob efeito de crack e que “deu na cabeça de matar”.

 

 

 

Fonte: douradosnews.com.br

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS