PONTA PORÃ

Suspeito de matar amigo de infância em praça de Campo Grande se apresenta à polícia e entrega arma do crime

COMPARTILHE

 

 

 

Ele passou por exame de corpo de delito, foi ouvido e liberado
Confusão aconteceu em praça na Cohab na noite de sábado e vitimou Rodiney. (Foto: Montagem)

O suspeito de matar amigo de infância se apresentou à polícia na tarde desta quarta-feira (27), quatro dias após o crime, e entregou a  que teria sido utilizada no assassinato. Rodiney da Costa Rodrigues, de 31 anos, foi assassinado a tiros na praça da Cohab, na Rua Agripino Grieco, em Campo Grande.

Conforme o delegado Rauali Kind, da 5ª DP (Delegacia de Polícia), o suspeito se apresentou acompanhado da advogada e alegou ter sido agredido pelo amigo de infância.

Assim, o rapaz passou por exame de corpo de delito para confirmar as supostas agressões e foi liberado.

Ao Midiamax, o delegado afirmou que o suspeito não possuía mandado de prisão e não houve flagrante, por isso, foi liberado. Ainda, como se apresentou com uma advogada e aceitou colaborar com as investigações, a autoridade policial não irá apresentar pedido de prisão no momento.

Leia Também:  Ações do MS em terra indígena no Pará terão apoio da Força Nacional

Em depoimento, o rapaz entrou em contradições, principalmente, em relação à arma, pois não soube precisar a procedência. Por fim, disse estar arrependido.

Agora, as investigações continuam e testemunhas serão ouvidas.

O caso

O assassino de Rodiney era seu amigo de infância. Segundo relato de testemunhas ao Jornal Midiamax, ambos cresceram juntos no bairro Cohab, em Campo Grande, e a  ocorreu quando o autor tentou separar uma briga envolvendo a vítima.

rodiney2 - Suspeito de matar amigo de infância em praça de Campo Grande se apresenta à polícia e entrega arma do crime
Leitores registraram momentos após o disparo – Foto: Fala Povo

De acordo com as testemunhas, Rodiney estava na praça do bairro Cohab ingerindo bebida alcóolica e se envolveu em uma briga com outra pessoa. O autor dos disparos teria tentado separa a briga, levou um soco e voltou com uma arma de fogo.

Após o disparo o autor fugiu e Rodiney foi socorrido em um veículo Gol de cor branca, que o levaram para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do bairro Universitário, onde morreu.

COMPARTILHE

RELACIONADAS